Rua Bahia, 41 - Bairro Brasil - Itu - SP

Rosácea

É uma dermatose crônica que acomete a região central da face e os olhos. Sua origem é multifatorial. Se manifesta por vermelhidão recorrente no início e que se torna persistente, vasinhos dilatados (telangiectasias) e surtos de inflamação com pápulas e pústulas (pápulas com pus).

A pele apresenta sensibilidade a aplicação de muitos cosméticos. Acomete mais indivíduos de pele clara, sexo feminino, e na faixa etária de 30 a 60 anos. Pode ocorrer aumento do nariz na evolução da doença que se chama rinofima, consequente a hiperplasia das glândulas sebáceas, manifestando-se mais nos homens.

O paciente deve ser orientado que não existe cura para a doença, e sim controle das reações inflamatórias. Deve evitar qualquer tipo de calor (como saunas, bebidas quentes e banhos quentes) e alimentos condimentados que agravam a doença.
O tratamento pode ser com cremes, antibióticos orais, luz intensa pulsada, isotretinoina oral, entre outros.

Fonte: Belda Junior, W.; Chiacchio Di, N.; Criado, P.R. Tratado de Dermatologia – 2 edição – Volume 1. 559-61.