Rua Bahia, 41 - Bairro Brasil - Itu - SP

Linfomas Cutâneos

Trata-se de um tipo de linfoma não-Hodgkin, um câncer que se origina nos linfócitos (tipo de glóbulos brancos). Os linfomas cutâneos afetam primariamente a pele, e podem ser classificados em linfomas de células T e de células B. Dentre os linfomas de células T, o mais comum é a micose fungoide. Dentre os linfomas de células B, os mais frequentes são o linfoma centrofolicular e o linfoma da zona marginal.    

A micose fungoide se apresenta como placas avermelhadas, descamativas, que coçam, podendo se confundir com alergias ou irritações da pele (processos eczematosos). Podem afetar qualquer parte do corpo, mas frequentemente acometem os glúteos e as mamas (áreas duplamente cobertas pelas roupas). Eventualmente, formam-se tumores e eritrodermia (vermelhidão e descamação generalizadas em mais de 90% da superfície da pele). Nos casos avançados, pode ocorrer aumento dos gânglios, acometimento do sangue e de órgãos internos. O linfoma centrofolicular e da zona marginal apresentam-se como nódulos avermelhados e endurecidos, e afetam principalmente a cabeça e as porções superiores do tórax e dorso.

Fonte: SBD