Rua Bahia, 41 - Bairro Brasil - Itu - SP

Dezembro Laranja e a conscientização do câncer de pele

A dermatologista Agnes Nakano alerta para os cuidados com a pele e autoexame para identificação do câncer

Assim como acontece nos meses anteriores , com o Outubro Rosa, contra o câncer de mama, e o Novembro Azul, contra o tumor de próstata, agora é a vez do Dezembro Laranja. Criada pela Sociedade
Brasileira de Dermatologia, a campanha prevê a conscientização sobre o câncer de pele.
A dermatologista Agnes Nakano, de Itu, explica quais são os diferentes tipos e alerta para os cuidados com a pele. “É importante saber que nós podemos fazer autoexame também em nossa pele. Devemos prestar atenção a pintas e manchas no corpo. Se são novas, se mudaram de coloração ou tamanho e, também, tocá-las para sentir se há alguma variação de textura”, alerta.
O cuidado deve ocorrer em toda a superfície da pele e não apenas em áreas expostas. O principal aliado na prevenção é o protetor-solar, sempre com FPS mínimo de 30. “A radiação solar que recebemos nos nossos primeiros 20 anos de vida são as mais importantes para desenvolver algum câncer de pele e, geralmente, a gente começa a se preocupar com isso depois de adulto. Então, sempre bom lembrar que os melhores horários para exposição solar são antes das 10h e após as 16h”, reafirma a dermatologista, lembrando ainda que ao expor-se ao sol é necessário aplicar protetor a cada três horas e, diariamente,
pelo menos, três vezes ao dia.
Os tipos mais comuns de câncer de pele são Carcinoma Basocelular e o Carcinoma Espinocelular, que acometem pessoas devido à alta exposição ao sol acumulada ao longo da vida. Já o Melanoma é um tumor e pode ter vários fatores como exposição solar, histórico familiar e, até mesmo, uma pinta ou mancha que desenvolveu. Além disso, ele possui diversos tipos também.
“O exame de toque deve ser feito também para identificar a consistência. Se a pessoa passa a mão na pele e sente uma crosta ou algo diferente, tem que procurar um dermatologista”, ressalta
Dra. Agnes.