Rua Bahia, 41 - Bairro Brasil - Itu - SP

Atenção com a sua pele

As temperaturas estão cada vez mais altas, e a atenção com a pele também precisa ser prioridade desde os primeiros meses de vida.
Mesmo com os inúmeros tratamentos disponíveis no segmento estético e de alta tecnologia, os cuidados diários são imprescindíveis para ter uma pele saudável e jovial por mais tempo.
Segundo a dermatologista Dra. Agnes Nakano, o simples uso do protetor solar adequado pode evitar doenças no futuro: “A proteção solar nas crianças deve ser com protetor solar físico. Se realizado de forma correta durante os primeiros 18 anos de vida, poderá reduzir em até 85% a chance de desenvolver um câncer de pele no futuro. Crianças a partir dos 6 meses de vida já devem utilizar protetor solar quando expostas ao sol. A prevenção é o primeiro passo”.
Referência no segmento estético, Dra. Agnes é dermatologista clínica, cirúrgica e estética com residência médica no Instituto Lauro de Souza Lima – Bauru/SP, e pós-graduada em cosmiatria na Faculdade de Medicina do ABC.
Na visão da especialista, independente da estação do ano, o uso do protetor é fundamental, pois os efeitos dos raios ultravioletas terão refl exo no futuro: “Lembre-se que os danos provocados pelo sol são cumulativos, e os cuidados devem ocorrer durante todo o ano e não somente no verão, pois os raios ultravioletas estão presentes também em dias nublados e com pouca luz solar”.
Algumas orientações são indispensáveis para reduzir os riscos de envelhecimento precoce: “Evite queimaduras solares durante a vida, pois fará a diferença. Deve-se evitar também a exposição solar entre as 10 e 16 horas, que possuem grande incidência de radiação UVB e são responsáveis pelas queimaduras solares e pelo desenvolvimento de câncer de pele. O FPS é a abreviação de Fator de Proteção Solar e signifi ca que você ao utilizar o FPS30, a sua pele levará 30 vezes mais tempo
para fi car vermelha em comparação a pele sem protetor”.
A hidratação constante e o uso de cremes noturnos, além de uma alimentação equilibrada, pois excesso de carboidratos e açúcares provoca a fl acidez, são ações importantes que colaboram para manter a saúde da pele.
A prevenção, na visão da Dra. Agnes, é fundamental, porém é preciso um acompanhamento médico especialista para a orientação precisa para cada caso: “Cada paciente tem suas características, e por isso uma análise criteriosa é imprescindível para proporcionar a melhor alternativa de tratamento, já que são inúmeros os procedimentos disponíveis no mercado”.
Em virtude da alta exposição solar diariamente, mesmo com o uso de bloqueadores e protetores, todos precisam fi car alertas. Lesões com sangramento e de difícil cicatrização, com surgimento repentino, além de pintas que apresentem modificação de cor, tamanho, textura e formato podem ser indícios de câncer de pele: “Outros sintomas como queda de cabelos e alterações das unhas também são sinais que precisam ser investigados pelo dermatologista”.
E para quem se descuidou com a proteção solar ao longo tempo, a tecnologia tem sido uma aliada para manter a aparência mais jovial, e não artifi cial, por mais tempo.
Os peelings químicos, por exemplo, promovem a aceleração da renovação celular, o que contribui para a redução das manchas e rugas fi nas. Já a toxina botulínica tem a propriedade de fazer um bloqueio temporário da contração muscular, amenizando as expressões faciais, além do contorno da mandíbula e diminuição da transpiração das mãos e pés. Os preenchimentos cutâneos com o ácido hialurônico, os bioestimuladores de colágeno, entre outros tipos de tratamentos podem rejuvenescer a pele, porém
os procedimentos precisam ser indicados e realizados.